Em casa

| 1 Comentário

É muito bom estar em casa. Depois escrevo melhor sobre a sensação de voltar pro país natal depois de algum tempo fora. Mas o que queria escrever hoje é algo que tem a ver com aquelas coisas que só devem acontecer aqui.

Hoje fui almoçar na casa da prima, e ouvi relato do seu esposo, dizendo que, certo tempo atrás, uma obturação dele caiu durante um vôo, ao mascar (?) uma daquelas balas (provavelmente) tipo toffe. Ao chegar ao aeroporto, ele procurou consertar a obturação. Em um dentista? Não… Com Superbonder®.

Eu, que fazia tempos não escutava algo tão insólito, despejei minha indignação: “Eu não sei onde minha prima estava com a cabeça ao casar com você. Onde já se viu? Superbonder? Você é DOIDO! Tenho CERTEZA que você omitiu isso dela, porque se ela soubesse não teria se casado com você. Ninguém se  casaria com uma pessoa que coloca superbonder na obturação. Primaaaa, dá tempo de anular esse negócio…”

Diz-me ele: “Olha, ela estava comigo, e até segurou a obturação enquanto eu colava…”

Eles se merecem, os ordinários… 😉

FireStats icon Produzido pelo FireStats