Maratona de Zurique 2011 (ou Ronaldinho vacilou…)

| 0 comentários

Não sei se porque gosto de ver algo mais nas coisas além do que elas por si só representam, ou porque gosto de um pouco de simbolismo, mas tento ver cada evento como cumprimento de mais uma etapa na vida.

Digo isso porque, como postei aqui no blog em dezembro do ano passado, realizei uma cirurgia de remoção da tireóide. E uma das coisas que me preocupavam era se isso iria atrapalhar minhas corridas. Por isso, de forma absolutamente irresponsável e contrariando orientações médicas, voltei a correr já depois de uns 20 dias de feita a cirurgia. Claro, corria, e ficava uns 10 dias sem correr. Em 19 de janeiro de 2011, o médico falou pra ficar mais uns 40 dias sem correr. Eu havia entendido que já poderia correr após uns 40 dias da cirurgia, por isso a notícia foi um balde de água fria.

Mas corri mesmo assim – com muitas dificuldades, pois ainda precisava encontrar a dose certa do medicamento, por isso nem sempre aguentava completar uma corrida. E pensei que isso nunca iria acabar. A minha médica, no fim de fevereiro, falou para eu correr só uns 5km. Mas, surpreendentemente, parece que a dose correta já foi encontrada, porque, logo depois, passei a correr normalmente. Infelizmente, já havia passado a época de inscrições para a Maratona de Santiago, onde meus amigos iriam correr. Resignado, mas frustrado, achei de ir pra Zurique, quando fui lembrado de que lá iria ocorrer a maratona no período da minha viagem! Como no ano passado já tinha planejado ir justamente pra lá correr, fiz minha inscrição.

E não é que tudo correu perfeitamente bem? Terminei em 3:22:12s, meu melhor tempo até hoje, bem inferior às 3h30m que estabeleci como alvo.

Por isso, percebo que foi um desserviço de Ronaldinho ter dito que um dos motivos de sua aposentadoria foi referente a problemas com a tireóide. Estou perfeitamente bem, ativo tanto no trabalho quanto no esporte, e percebo que, usando a medicação (uma vez por dia), não tenho absolutamente nenhuma diminuição de rítmo nas atividades diárias – o que só ocorreu na fase de dosagem inicial da medicação.

Assim, essa maratona teve o símbolo do recomeço, e espero que outras boas mudanças venham por aí!

Chegada!

Autor: oculos

the guy that owns this thing... :D

FireStats icon Produzido pelo FireStats