Como usar o Projudi no Mac

| 20 Comentários

Conforme falei em outro post, utilizar o Projudi em Mac foi, para mim, impossível. Foi, agora não é mais! Pelo menos não o Projudi tal como disponibilizado pelo Tribunal de Justiça da Bahia.

Vejam: o que não funciona no Mac é o tal applet para assinar as petições.

O CNJ recomenda, para quem não consegue rodar o applet, o uso do programa JusSigner. Esse programa cria a versão assinada da petição e você pode, assim, enviá-la via Projudi. Problema: O JusSigner só funciona no Windows.

Enviei um e-mail aos autores, e um deles (Leandro de Lima Lira), de forma muito gentil, me explicou que o JusSigner, na verdade, foi escrito em Java, e estava apenas empacotado para Windows.

Então, era uma questão de desempacotar o danado! Pois bem, esses são os passos para usar o bicho:

1 – com o botão direito (ou apertando a tecla control), clique no arquivo JusSigner.exe que você baixou. Selecione a opção “Open with” ou “Abrir com”, e escolha algum descompactador de sua preferência. Eu uso muito o The Unarchiver.

Será criada uma pasta chamada “JusSigner”

2 – Abra o Terminal (está na pasta Utilities, dentro de Applications (Utilitários, dentro de Aplicativos)

3 – No terminal, digite

cd

e arraste a pasta JusSigner para dentro do terminal, e tecle enter.

Ou, se preferir, digite

cd caminho-para-o-diretorio-JusSigner

4 – digite java signer/Assinador

E pronto! Agora é só selecionar o arquivo que deseja assinar, seu certificado e pronto – ele vai assinar tudinho, e você pode usar o Projudi para enviar suas petições no Mac, via Safari.

Espero que isso seja útil para alguém!

Autor: oculos

the guy that owns this thing... :D

FireStats icon Produzido pelo FireStats