Keep it simple

| 0 comentários

Pois bem: eu tinha um Mac Mini em casa, e levava o meu Macbook Pro todos os dias para o escritório. Levava e trazia.

Porém, semana passada, tive o maior susto: a tela do MBP apagou de vez, e eu sem saber a razão disso. Fiquei em pânico, já que o MBP era minha máquina de trabalho. Peguei o monitor de casa, e vi que o defeito era só na tela. Vi, então, uma promoção de Mac Mini (já intel, o meu, de casa, era PPC), e decidi comprar um, já que não me parece aconselhável ficar andando pra cima e pra baixo com a máquina de trabalho. No outro dia, por milagre, a tela do MBP voltou a funcionar (acho que foi um problema de software, pelo menos quero crer que sim). E agora o MBP perderia sua função principal, que era a de ser usado no escritório.

Refleti, e percebi que seria redundante ter 2 máquinas o tempo todo em casa. Então fiz uma grande migração: o Mac Mini antigo foi doado à minha mãe, e o MBP passou a ser meu desktop e notebook. E meu quarto pareceu melhor, sem tantos fios como antigamente, já que no Mac Mini antigo ligava 2 hubs com várias conexões. E o HD externo que usava nele vou agora dedicar ao Time Machine, software de backup que vem junto com o Mac OS X.

Agora deixo de ficar carregando peso de casa pro escritório e vice-versa, tenho uma máquina mais veloz 100% do tempo em casa e, no trabalho, a certeza de maior segurança pros dados (já que vou colocar um HD externo para backup lá também). Como nem tudo são flores, a única coisa ruim é o fato de, ao querer usar o MBP na cama, ter que desplugar hub, HD externo e placa de som, que agora vou me dar ao luxo de usar o microfone do falecido Abobrinhas Digitais, porque o mic interno do MBP é uma vergonha.

Autor: oculos

the guy who writes here... :D

FireStats icon Produzido pelo FireStats