A nova firmware do iPhone e como a Apple está virando a nova Microsoft

| 1 Comentário

Tá. Eu não sou puritano, nem sou ingênuo. Aliás, ingênuo sou, mas não ingenuamente idiota. Eu sei que a Apple tem ganhos com a parceria com a AT&T sobre o uso dos iPhones, e sei que deve estar obrigada contratualmente a combater os celulares desbloquados.

Mas vamos aos fatos:

1 – Qual empresa fabricante de celular promoveu tamanha guerra ao desbloqueio? Qual operadora de telefonia celular fez a mesma coisa?
2 – Qual o sentido de, ao se lançar uma firmware nova, deixar o aparelho inutilizável apenas como forma de punir os que desbloquearam E QUE PAGARAM PELO APARELHO?
3 – A Apple, que na questão do DRM, defendeu publicamente que este fosse banido, não estaria a se contradizer, criando uma restrição ao uso livre de seus produtos?
4 – A empresa não sente vergonha de que mais de 500.000 usuários do iPhone (segundo estatísticas de downloads) desbloquearam os seus aparelhos e que, portanto, deram muito dinheiro à empresa e, no entanto, são agora punidos por apreciar e PAGAR pelos seus produtos?

Eu não sei não, mas aqui no Brasil eles iriam enfrentar grande resistência legal. Eu queria crer que toda essa história seria só pra esconder a PÍFIA atualização da firmware, que, entre outras coisas, NÃO habilitou o iPhone para enviar MMS, NÃO permitiu sincronizar o aparelho via Bluetooth, NÃO possui To-Do’s na parte de compromissos, etc. Em suma: um update de firmware destinado (além do blablabla da segurança) a punir usuários que PAGARAM por seus aparelhos.

A Apple tem direito de bloquear os aparelhos com um novo update? Sem dúvida. Mas é moralmente correto inutilizá-los?

A empresa que tanto admirei está virando uma nova Microsoft. Suas atitudes estão eivadas por uma arrogância e desrespeito ao mesmo espírito Think Different que a publicidade dela sempre defendeu. Enfim, a continuar assim, vou passar a usar Linux e nunca mais comprar um Mac novo. Os usuários da Apple sempre pagam mais para usar os equipamentos da empresa, não necessariamente em dinheiro. Eu pago mais para usar um Mac quando:

– Preciso do Parallels para rodar o windows por causa do meu programa de jurisprudência;
– Preciso exportar meus arquivos para Word porque o Pages não trabalha com formato de arquivos aberto;
– Preciso converter meus documentos do Pages para PDF porque o Filemaker, da própria Apple, não aceita documentos tipo “package”;
– Preciso convencer algum amigo a usar um programa não tão popular quando quero videoconferência com usuários de outras plataformas.
– Não consigo syncar meus bancos de dados do Filemaker para o Symbian

Etc.

A Apple deveria tentar, pelo menos, facilitar a minha vida. Não – está dificultando. E sinto que vou ter que abandonar o barco.

Autor: oculos

the guy who writes here... :D

FireStats icon Produzido pelo FireStats