A tecnologia ajudando no dia-a-dia?

| 1 Comentário

Eu já escrevi várias vezes aqui nesse mesmo bat-blog questionando se a nossa busca pelas novidades tecnológicas acabam gerando ainda mais stress no nosso quotidiano. Eu dizia, na época, que o e-mail, as cobranças, a corrida pela atualização tecnológica, acabavam sendo verdadeiras obsessões, demandando nosso tempo e energia.

No entanto, ultimamente algo mudou muito minha forma de ver a tecnologia. Primeiro começou com a contratação do plano de dados ilimitado da Oi, promocional até o fim do ano. Agora, com o meu E61, acesso meu e-mail a qualquer hora, e o aparelho é fantástico pra responder e-mails em qualquer lugar. Pena que aqui em Conquista a Oi não tem EDGE, o que tornaria tudo mais rápido. O RSS no celular ajuda muito a passar o tempo nas longas esperas por audiência e naquelas reuniões onde o tédio predomina. Já respondi consultas de clientes por e-mail nos mais variados lugares, e não tive que estar no escritório para fazer isso, o que me deu um ganho de produtividade enorme.

Hoje tudo isso salvou minha vida. Estava no forum, pra fazer uma audiência, quando uma cliente precisava de uma providência urgente. Não tive dúvidas: fiz a petição no celular (primeira vez que fiz isso), mandei pro escritório por e-mail, a nossa secretária imprimiu, anexou o documento e me levou no forum para protocolar. Teria sido melhor se eu pudesse enviar a petição por e-mail, mas precisava mesmo anexar o documento, então não fez diferença.

Como já é possível, em algumas ocasiões, o envio de petições por e-mail, assim que os celulares suportarem certificados eletrônicos nos seus programas de e-mail, poderemos fazer petições e enviá-las da rua! Pensem na dinâmica que isso dará para petições urgentes, em cima da hora! Infelizmente, uma hora desas vou ter que passar para o Windows Mobile, em razão do Word, que é o melhor editor portátil que há – inclusive para manter o documento em uma formatação estética adequada, com o cabeçalho e rodapé. Ou tem algum editor pocado pra Symbian que não conheço?

Porém, digo uma coisa: digitar um longo texto no E61 não foi nenhum sacrifício…

Outra coisa que fiz também foi aprimorar meu sistema de controle de clientes e processos, desenvolvido em Filemaker. Agora habilitei o banco de dados a colocar, por processo, todas as petições que eu fizer referentes a esse processo. Isso irá me agilizar muito na hora de localizar petições já feitas. É que nunca consegui organizar minhas petições por pastas, por clientes, etc., e conto com o Spotlight no Mac para localizá-las. Agora, não: digito o nome do cliente no Filemaker e vejo todas as petições desse cliente! Legal, né? Tenho vontade de fazer como um amigo que, em seu consultório médico, coloca as fotos de seus clientes nos registros. Meu dentista também faz isso. Será que pega bem fazer isso na advocacia? Às vezes, com a demora no andamento dos processos, passo muito tempo sem ver um cliente, e acabo me esquecendo de sua fisionomia…

Por último, estou pensando em provocar a OAB para lançar uma campanha pela uniformização da numeração dos processos judiciais brasileiros e pelo padrão de registros processuais. O padrão na numeração permitiria, pelo número, saber em que Tribunal, instância e juízo estaria determinado processo, e o padrão de registros, em XML/RSS, por exemplo, significaria a possibilidade de consulta processual em qualquer dispositivo que acesse à Internet, tal como smartphones, e permitiria aos desenvolvedores de programas de controle processual adicionar a possibilidade de recuperação dos últimos andamentos processuais com maior confiabilidade. Penso no imenso avanço que isso traria pra todos. Vou rascunhar algo a respeito e vou provocar a OAB para encampar essa luta.

Autor: oculos

the guy that owns this thing... :D

FireStats icon Produzido pelo FireStats