Advogando na Lapônia…

| 3 Comentários

Fui inventar de escutar mais joik hoje. Como os leitores fiéis e atentos devem se lembrar, joik é um tipo de canto do povo Sámi, ou Lapões. E eu fiquei pensando, puxa, queria ser parte daquele povo. Comer sopa de rena. Viver na imensidão branca. E ter minha própria  joik. E falar um dos idiomas mais bonitos (e difíceis) que existe. Ou podia falar finlandês também, que é tão sonoro quanto.

Nunca tive essa simpatia toda pela Finlândia que muita gente tem devido às bandas de rock melódico. O que gosto na Finlândia é gente como Jenni. Jenni é uma das pessoas mais lindas que conheço (interiormente e exteriormente). Tem os olhos azuis-acizentados, e tem uma vida frugal. Eu não me sinto muito à vontade em descrever as coisas que eu amo na Jenni e em sua vida, talvez porque eu sei que ela lê esse blog (e, com seus poderes mágicos consegue entender alguma coisa). Mas sua felicidade com as pequenas coisas, seu sorriso, tudo nela é lindo, e quando a vida me parece complicada demais, lembro da Jenni e me sinto uma criança reclamando porque a mãe não quer dar aquele brinquedo caro. Não que a vida dela seja fácil ou descomplicada, mas sua forma serene de encarar as coisas me ensina, mesmo de longe. Podemos não estar falando um com o outro ultimamente, mas é como se ela me dissesse tanto agora…
Lembro-me de nós dois fazendo visitas a lojas de segunda-mão, mercado de pulgas. Ou de comermos pizzas enormes juntos, feitas por indianos, ou bengalis, ou algo assim. Ou das tortas Carolina que comemos. Ou de me orgulhar nunca ter assistido à TV na casa dela. Ou de ter feito Café Bahia para ela, e de como ela gostou do café daqui.
Ouvindo as joik me lembrei que é inverno na Finlândia agora. E os invernos são mais invernos naquelas bandas do mundo. Mas sei que o lugar mais quente do planeta deve ser Malmi, onde fica o coração de Jenni. E só peço que o inverno rigoroso não tire o brilho azul-acizentado dos olhos dela, e agradeço a D–s por tê-la conhecido no verão.

Hoje queria estar em Malmi, e não ouvir nada em Malmi, apenas a Jenni orando, em finlandês, sentindo que são pessoas como ela que D–s escuta…
Minä kaipaan sinua…

Autor: oculos

the guy who writes here... :D

FireStats icon Produzido pelo FireStats