Notícias

| 4 Comentários

Fico super envaidecido quando alguém lê essa bagaça e sente falta de um post. Obrigado  Dani!

Na verdade, não tenho tido o que contar. Tenho andado calado. Não sei porque. Minha mãe reclamou disso ultimamente. Mas minha mãe reclama de muita coisa, portanto a opinião não é isenta… 😉 hehe Tadinha, ela poderia reclamar mais…

Também complicou o fato de que andei a trabalhar demais. E o mais chato é trabalhar um ano após ter recebido pelo tal trabalho. Ou seja: você está se matando, mas não está tendo a necessária recompensa. São coisas…

O regime anda direitinho. Nessa semana foi cumprido à risca. Não sei se vou ficar mais feliz no dia que perder os tais quilos a mais, ou se a felicidade vai ser por terminar uma tarefa que me propus a cumprir. Como backup de computador. Reparem vocês que em julho de 2005 eu tinha um HD de 40 gb no Mac Mini. Eu deveria ter uns 10 gb livres nele. Em agosto, fora do Brasil, onde se compra as coisas por preços decentes, peguei um HD externo de 160gb. E estava ontem com os mesmos 10gb livres!!! Tentei copiar algumas coisas em DVD, mas eu tenho imensa dificuldade em deletar porcaria. Minha escrivaninha fica cheia de propaganda que recebo e não jogo fora. Talvez falte-me mais desprendimento (desprendimento, sim, mas sempre até onde permite minha masculinidade, que fique claro! :). Deixar as coisas no passado, jogar coisas no lixo, limpar o carro… Enfim, comer menos parece mais fácil.

Nesse ano chego naquela idade em que me pergunto, por que logo eu? Trintarei nesse ano. Acabou a juventude. Foi. Talvez por isso eu esteja calado. Só sei que não estou caquético porque subi a ladeira da Barra depois de tomar mojito e piña colada. E o pior: não sei se isso tudo me trouxe nada. Eu continuo falando o que me vem à mente, sem pensar, e detesto isso. Queria dizer a frase certa, no momento certo. O máximo que consigo é dizer sempre alguma merda pela qual depois eu tenha que consertar. Mas, enfim, são coisas…

No mais, Vitória da Conquista continua essa mesma coisa. Um calor infernal, eu tendo que colocar aquela porrinha na tomada para espandar um mosquito ou outro que faz aquela zoadinha que faz coçar o nariz, essas coisas. O prefeito não foi cassado, ao contrário do que pseudo-jornalistas diziam em seus programas de rádio (não suporto arrogância). Aliás, a coisa mais irritante que existe é quando um advogado chega pra você e diz: essa causa eu já ganhei. Coisa de exibidinho, que, invariavelmente, perde a causa… 😀 Ou advogado que perdeu o senso de humor. Ou advogado que, em mesa de audiência, recebe algum caboclo alemão e se porta como se a sorte da humanidade estivesse para ser ali traçada. Ora, o trabalho não é técnico? Para que essas alterações comportamentais, para que tanta austeridade, dureza no trato, etc.? Não é que não se deva levar as coisas a sério – o direito dos outros deve ter TODA a atenção e respeito de um advogado. Mas a serenidade na defesa do direito dos outros é a maior prova de confiança no próprio taco, e não a verborragia rude. Não, não aconteceu nada comigo em relação a isso esses dias, só tive vontade de escrever isso.

Estive tentando voltar a jogar no computador. Mas isso me deixa viciado demais, e aumenta minha megalomania. Tava jogando Railroad Tycoon 3, e me senti o próprio empresário do setor ferroviário. Nem respondia os outros no msn. Aliás, vou acabar com o MSN. Estou antisocial, e quero voltar a sê-lo. Quero ter vontade de sair, de ver as pessoas, de interagir com elas. Principalmente com as gostosas do sexo feminino… ehehehehehhe Não, preciso ver meus amigos, minhas amigas. A vida é curta, e cada dia desperdiçado sem amar é jogado para a história como preciosas horas reduzidas à insignificância de uma vida vazia. E agora que vou trintar, quero voltar a sorrir, até que o choque passe.

A propósito: o vinho do ano-novo sobrou todo. Vou ver se entorno hoje. Estão todos convidados… 🙂

Autor: oculos

the guy who writes here... :D

FireStats icon Produzido pelo FireStats